-Ministra Nyeleti Mondlane nas comemorações de 8 de Março
A Ministra do Género, Criança e Acção Social, Nyeleti Mondlane, disse hoje, em Maputo, que o Governo e parceiros devem empreender, coordenar e acelerar acções que visem promover o empoderamento da mulher e rapariga no país.

Falando na Praça dos Heróis Moçambicanos, momentos depois da deposição de uma coroa de flores, por ocasião de 8 de Março, Dia Internacional da Mulher que, no país, decorre sob o lema “Pela Igualdade de Género no Contexto das Mudanças Climáticas”, Nyeleti Mondlane disse que apesar das conquistas no que tange ao empoderamento da mulher, ainda existem desafios a nível global, tendo em conta os problemas sociais que ocorrem a nível do mundo, do continente, da região e, particularmente, do país, em que as mulheres são as principais vítimas…”.

A Ministra do Género, Criança e Acção Social, Nyeleti Mondlane, inaugurou, há dias, no Município de Vilankulo, Província de Inhambane, o novo edifício do Instituto Nacional de Acção Social (INAS).

Trata-se de uma infraestrutura orçada em pouco mais de 13 milhões de meticais, que irá melhorar as condições de trabalho dos funcionários do sector, com vista a servirem melhor aos beneficiários dos programas de assistência social naquele ponto do país.

Uma criança preparada antes de ingressar no ensino primário alcança melhores resultados no seu aproveitamento pedagógico ao longo da sua formação como homem e futuro profissional, defendeu, hoje, 25, em Maputo, Páscoa Ferrão, Directora Nacional Adjunta da Criança no Ministério do Género, Criança e Acção Social.
Páscoa Ferrão falava na abertura da II mesa redonda sobre a importância do aumento do investimento na primeira infância, que reuniu intervenientes que trabalham em prol do desenvolvimento das crianças no país e disse, para justificar a sua posição, que o Governo aposta no incremento da cobertura do acesso à educação pré-escolar.

- “Sinto-me mulher privilegiada”, Carlota Matchaie
O Ministério do Género, Criança e Acção Social (MGCAS) homenageou, última quarta-feira, 23 de Fevereiro, em Maputo, Carlota Joaquim Matchaie, Inspectora-Geral do sector, que passou à aposentação, a 30 de Dezembro findo, depois de 42 anos (1979-2021) servindo à Função Pública, área de serviço social.

Tratou-se de uma cerimónia simples, mas carregada de simbolismo e emoção, dirigida pela Ministra do Peloiro, Nyeleti Mondlane, na presença do Vice-Ministro, Lucas Mangrasse, Secretário Permanente, Fortunato de Oliveira e membros do Conselho Consultivo do MGCAS.

Inspectora Carlota Joaquim MatchaieA Inspectora-geral do Ministério do Género, Criança e Acção Social (MGCAS), Carlota Joaquim Matchaie, passou para aposentação, depois de 42 anos (1979-2021) servindo à Função Pública. Começou por ser Educadora Vigilante (Servente) no Infantário 1º de Maio, na cidade de Maputo, e termina a missão como Inspectora-geral do MGCAS, fruto de uma progressão profissional ao longo das quatro décadas. Deixa, como legado, a implantação da Inspecção ao nível nacional, a integração dos técnicos de Inspecção na carreira de Inspector, o Manual de Procedimentos para a Inspecção Técnica, desenho dos qualificadores da área específica.